18 fev 19

A história da Lancôme

A história da Lancôme

A história da Lancôme começa com Armand Petitjean, que nasceu na França em Saint Loup sur Semouse, em 30 de maio de 1884. Durante a Primeira Guerra Mundial lutou no front, mas antes mesmo do final do conflito recebeu uma dispensa. Isso lhe permitiu partir para a América do Sul e abrir uma empresa de exportação em Santiago, Chile, com seus dois irmãos, empresa que durou até 1925.

De volta à França, e aproveitando um talento nato para a perfumaria, ingressou na equipe do perfumista François Coty onde iniciou seu aprendizado. Com a morte de Coty em 1934, Armand Petitjean enfrentou um dilema: aceitar um convite para ser um embaixador da França no Brasil, ou abrir a sua própria empresa de perfumes. Como homem empreendedor que era, e apaixonado por perfumes, decidiu ficar na França e abrir a sua própria marca de perfumes e cosméticos de luxo.

Naquela época duas marcas americanas controlavam o mercado da beleza mundial, e Armand, que queria divulgar a cultura da França achou que poderia reverter este cenário criando uma marca genuinamente francesa. Para executar este projeto levou consigo alguns profissionais que conheceu na empresa de Coty: os irmãos Ornano os quais confiou a parte financeira, Georges Delhomme, famoso designer de frascos, Pierre Velon, químico, e Edouard Breckenridge advogado. Durante alguns meses a equipe trabalhou no projeto, tendo como sede a propriedade familiar de Armand na cidade de Ville-d’Avray.

O começo da Lancôme

Era preciso dar um nome à empresa, que deveria ser em francês e pronunciável em todas as línguas. O nome de um castelo no Vale do Loire, no centro da França, Lancosme, parecia uma boa ideia. A letra “s” foi retirada, e a letra “o” com um acento circunflexo foi acrescentada. Assim em 1935 nascia a Lancôme. Três logotipos foram escolhidos para representar as diferentes divisões da empresa: a rosa (flor predileta de Armand) para as fragrâncias, o anjo para a maquiagem e a flor de Lótus para o tratamento facial.

História da Lancôme: logotipo

Com apenas um mês de existência Armand Petitjean conseguiu que a Lancôme participasse da Exposição Mundial de Bruxelas. Esta participação rendeu o primeiro prêmio especial da exposição, o primeiro de muitos.

Este brilhante início assegurou um crescimento espetacular no exterior. Em seis meses, além das vendas promissoras no mercado francês, a Lancôme já estava presente em 31 países, gerando um grande volume de negócios com as exportações.

Lancôme, marca francesa presente no mundo todo

A empresa se tornou rapidamente um enorme sucesso, e no mesmo ano foram lançados cinco perfumes. Conquest, Kypre, Tendres Nuits, Bocages e Tropiques (este perfume teve como inspiração as lembranças do Brasil, país que Armand visitou na juventude e que tanto admirava). Estes perfumes inebriantes simbolizavam o estilo luxuoso e exótico dos anos 1930.

História da Lancôme: perfume Tropiques

Além de atuar como diretor artístico e “nez”, Armand Petitjean se encarregava também do Marketing criando todos os textos publicitários das fragrâncias Lancôme.

Com todo o sucesso foi necessário abrir outra fábrica em Courbevoien. Na mesma época foi inaugurada a primeira Maison Lancôme na Rue du Faubourg Saint-Honoré.

“Nós vendemos apenas o que conhecemos bem” – Armand Petitjean

O encanto das vendedoras

Em Fevereiro de 1942 Armand fundou um centro de treinamento para capacitação da equipe de vendas. As “técnicas”, como eram chamadas as vendedoras, tinham a missão de encantar e conquistar novos mercados ao redor do mundo. As técnicas da marca poderiam agir como uma agente comercial, fazer maquiagens, aplicar tratamentos faciais, organizar um evento na loja além lidar com a imprensa, e tudo isso sem suporte publicitário!

“Vendemos nossos perfumes como se fossem joias, com prazer e muito orgulho”.

No final dos anos 50 Armand Petitjean passou a direção da empresa para o seu filho Armand Marcel Junior, e em 1964, sob a direção de Jean-Claude, neto de Armand, a Lancôme foi vendida ao grupo L’Oréal, Divisão de Produtos de Luxo.

Em 1950 os produtos começaram a ser vendidos no mercado americano, e cinco anos depois os produtos da marca já estavam sendo vendidos em mais de 98 países.

Ô, de Lancôme

O perfume Ô de Lancôme foi lançado em 1969 com um aroma chipre clássico muito em moda na época. Em sua versão mais atual ganhou mais leveza com a utilização de uma matéria-prima floral aérea que lembra um jasmim transparente. Resulta numa fragrância inovadora com um novo conceito de bem-estar, vigor, juventude e felicidade.

Ô de Lancôme

Em 1990 a marca finalmente ingressou no Brasil, e desde então, tornou-se a marca mais querida na categoria de produtos de luxo.

80 anos de Lancôme

Em 2015 a Lancôme comemorou 80 anos e durante todos estes anos várias atrizes formam embaixatrizes da marca, emprestando suas rostos e personalidades inspirando mulheres milhares de mulheres ao redor do mundo.

80-anos-lancome-paris-atrizes-embaixadoras

Atrizes famosas se tornam embaixadoras da Lancôme

Isabella Rosselini

Isabella-rosselini-tresor-lancome

De 1983 a 1995, Isabella Rosselini representou a imagem da mulher Lancôme, com sua beleza original, sublimada pela inteligência, atitude e ousadia. Uma mulher que trabalha e assume todos os seus papéis, com graça e humor intransigente. Isabella foi também a musa do perfume Trésor.

Leia também: Isabella Rosselini é readmitida pela Lancôme

Juliette Binoche

Juliette Binoche Lancôme Poeme

De 1995 a 2000 Juliette Binoche, a inesquecível atriz de “Insustentável Leveza do Ser”, “Amantes da Nova Ponte”, e “Paciente Inglês” incorporou o encanto do perfume Poême.

Uma Thurman

uma-thurman-lancome-miracle

Em 2000 a atriz Uma Thurman, aclamada por sua precisão, inteligência, determinação e elegância representou a mulher Miracle: contemporânea, amante de sua vida, tão bela quanto espiritual, que irradia sua luz própria.

Julia Roberts

Julia-roberts-la-vie-est-belle

Em 2012 foi lançado La vie est belle, um verdadeiro a ode à felicidade, na qual a mulher é o destaque. Ela busca a felicidade a realização de seus sonhos. La vie est belle é alegre e libertador e torna a vida mais bela! Para seu lançamento, Lancôme escolheu Julia Roberts com seu sorriso característico que simboliza o perfume.

A história da Lancôme no mercado global

Lancome-loja-blog-anasuil

Atualmente a Lancôme é uma das marcas mais conhecidas e poderosas do mundo, e para atingir essa posição, o grupo francês L’Oréal investiu em inovação e marketing. Num verdadeiro processo de rejuvenescimento, a marca tem procurado dialogar com várias gerações de mulheres. Não só através dos perfumes, mas também de maquiagens e produtos de skincare.

Uma tarefa desafiadora para a divisão de luxo da L’Oréal. Para seguir em frente, ela não pode se esquecer do seu fundador que iniciou sua trajetória com uma butique na Rua Faubourg Saint-Honoré, em Paris, vendendo uma pequena variedade de perfumes e produtos de beleza, uma herança modesta, porém valiosa.

Leia mais histórias da Coluna A Arte em frascos de perfumes

Compre Lancôme aqui

A história da Lancôme
5 (100%) 1 vote

DEIXE UM COMENTÁRIO

A Arte em frascos de Perfume
Anasuil Foto

Por vezes ouvi que sou muito criativa e visionária no universo da perfumaria, no qual tenho mais de 30 anos de experiência. Hoje, estou à frente da marca própria AnaSuil e continuo à frente das lojas Suil, Vent Vert e Calèche. Neste blog trago os temas de perfumes, casa, beleza, detalhes, lançamentos, clássicos e experiências. Tudo sob o olhar atento das mulheres 50 Bem +, um mundo do qual me orgulho por fazer parte. Espero ter você aqui comigo sempre!

Anasuil

São Paulo | Brazil